Início

Ajude o Senhor Santo Cristo e Faça uma Doação

Acender Vela!Doação

Câmaras

O fim de uma missão das Religiosas de Maria Imaculada nos Açores

 – Uma presença que chega ao fim

 – Uma vida de dedicação ao “Ecce-Homo”

Ao fim de 67 anos na ilha de S. Miguel, dos quais 59 anos passados no Convento de Nossa Senhora da Esperança, desde Maio de 1962, mês de Maria e de Santa Vicenta Maria, fundadora da Congregação das Religiosas de Maria Imaculada, chega ao fim a presença e a missão que cumpriram nesta ilha, sendo esta a única casa que, presentemente, possuíam na diocese de Angra.

Presentes igualmente em Vila Franca do Campo, ilha de S. Miguel, onde se mantiveram durante 45 anos, aí constituíram uma comunidade que foi um centro de promoção, desenvolvimento e educação, sobretudo para a fé, para além de uma curta presença na Ilha de São Jorge.

A sua forma de vida baseada no Carisma de Vicenta Maria, tem como missão a ajuda às jovens, através do acolhimento, da instrução e da formação, da transmissão de valores e da projeção profissional, uma constante desta Congregação. Para tal possuem em todas as Casas, lares de estudantes, para acolher jovens que necessitam, por motivos de estudo, de trabalho, por carências económicas, a prepararem-se para a vida. Assim foi também no Convento da Esperança: um centro de formação a nível social, cultural, educacional, por onde passaram muitas e muitas gerações, não só oriundas de São Miguel, mas também de outras ilhas e do Continente.

Para além do trabalho que desenvolveram no Convento da Esperança, no apoio aos inúmeros retiros que se realizavam aos fins-de-semana, bem como à maioria dos movimentos de apostolado, tinham igualmente como missão, o apoio ao Santuário, na preservação, embelezamento e zelo pela Imagem e Capela do Senhor Santo Cristo dos Milagres, no acolhimento aos peregrinos, confortando-os nas suas aflições e nos seus pedidos de orações.

Com a diminuição do número de jovens a procurarem o Convento deu-se o fecho do Lar há três anos, bem como o fim de outras atividades, deixou de fazer sentido a presença das últimas duas Religiosas no Convento da Esperança. Assim, por decisão superior da Congregação das Religiosas de Maria Imaculada, termina no dia 16 de Maio, dia coincidente com o falecimento de Madre Teresa d´Anunciada, a presença desta Comunidade Religiosa na Ilha de São Miguel.

O Santuário do Senhor Santo Cristo dos Milagres, neste momento de recordar o bem que fizeram entre nós, e com saudade de quem ainda está muito presente, agradece todo o trabalho realizado pelas muitas e muitas Irmãs que passaram por este Convento.

A todas o nosso muito OBRIGADO e que o Senhor Santo Cristo dos Milagres sempre vos proteja!

Bem-hajam!