Ex-Votos

EX-VOTOS OU MILAGRES - REPRESENTAÇÃO DE FÉ!

DSC08647 Copia 2

É nos Santuários, igrejas ou ermidas que os ex-votos - devoção popular e pessoal - encontram o seu lugar específico, a sua ambiência natural.

Os ex-votos são também, um conjunto de objectos dedicados ao culto, tradição que continua a cultivar-se nos dias que correm.

Quando a hora é de dificuldade - e tudo parece perdido - a prece ergue-se para Deus, que não deixará de acolher na sua misericórdia tal pedido. Estes pedidos estavam relacionados, sobretudo com doenças, o que significa que a medicina não chegava às pessoas. Era também uma forma de agradecimento por uma graça recebida, ou a boa sorte para todo o tipo de situações de conflito.

Os Ex-Votos são normalmente quadros de reduzida dimensão, em madeira, folha de flandres, papel ou cartão, onde era pintada, duma forma singela, uma qualquer situação de perigo, aflição ou doença, em que o devoto conseguiu libertar-se ou curar-se, graças à invocação do santo protector.

DSC04125 Copia 2

Mas são os casos de doença os mais retratados. O espaço escolhido era geralmente o interior mais resguardado da habitação familiar – o quarto – cujo interior revelava muitas vezes o estatuto social do doente, através da qualidade do leito, do revestimento das paredes, dos adereços ou até mesmo a qualidade das vestes.

Noutro canto do ex-voto, no alto, há um espaço celeste e é aí que se revela uma figura que parece vinda do paraíso, mostrando sinais de glória e poder. Pode ser Cristo Crucificado, a Virgem Maria, mas neste caso trata-se da representação do Senhor Santo Cristo dos Milagres.

Segue-se na margem inferior do quadro, um lugar propositadamente deixado para contar o resto da história. Aparece o nome do miraculado, a menção da doença que padeceu ou a gravidade da mesma, com expressões como “... nunca soube que moléstia era prometendo ao Senhor Santo Cristo e S. Teresa da Anunciada dela mandar pintar este milagre, imediatamente ficou boa em um mês com uma pomada...”, ou ainda “... que estando gravissimamente enfermo em perigo de vida e pegando-se com o Senhor teve melhoras...”.

DSC08646 Copia 2

Estas simples tábuas pintadas, geradas num ambiente de fé, testemunham uma devoção individualizada, com um pedido directamente junto de Deus, um Deus que foi homem e sofreu e agora compreende o sofrimento de outro homem e oferece ajuda.

É no fundo um retrato da condição humana. Das fragilidades a que o Homem está exposto!