Coro Alto

O Coro Alto da Igreja do Convento da Esperança, é um vasto espaço silencioso, onde se respira um ambiente monástico, convidativo à oração. Um precioso "museu" de retábulos e lampadários.

De formação rectangular, o Coro Alto apresenta à direita e à esquerda, ao longo das paredes laterais, um grupo de cadeiras, onde as religiosas tomavam lugar durante o serviço religioso. Era neste Coro que antigamente as Religiosas Clarissas, faziam as suas orações e assistiam à Sagrada Eucaristia e demais festividades.

Ao longo das paredes podemos apreciar um riquíssimo património, composto por vários oratórios, altares com retábulos, painéis pintados com figuras de santos e um conjunto de imagens, de grande antiguidade.

Capela do Bom Jesus da Cruz às Costas, com as lindíssimas imagens do Senhor dos Passos e de Nossa Senhora das Dores
Capela do Bom Jesus da Cruz às Costas, com a lindíssima imagem do Senhor dos Passos

Pode-se igualmente apreciar um altar e retábulo conhecido por Senhor Crucificado. O riquíssimo crucifixo que aí existia, está hoje colocado noutro lugar. Este altar com o Senhor Crucificado, era muito venerado, atingindo grande devoção, pelas muitas graças recebidas.

É também no Coro Alto que se encontra a única Capela, do Bom Jesus da Cruz às Costas, com a lindíssima imagem do Senhor dos Passos. Foi Madre Francisca do Livramento que tomou à sua conta o ornato desta Capela e para que a Imagem tivesse todo o decoro, mandou-a cercar com vidraças e com obra entalhada e estofada a ouro.

Num altar existente entre as grades e a Capela do Bom Jesus da Cruz às Costas, foi mandado fixar por Madre Apolónia Francisca da Conceição, um presépio, em cujo retábulo está disposta uma curiosa cidadela, com o seu casario, com os mirantes e torreões e onde se pode ler a seguinte inscrição: “Glória In Excelsis Deo”, sustida por Anjos.

DSC04388

Oferta de uma devota do Senhor Santo Cristo, encontra-se neste Coro um bonito piano de cauda. Os orgãos que existiram neste Coro, durante muitos anos cumpriram a sua missão de manter viva neste Convento a boa música.

Em tempos passados, sempre foi tradição neste Convento a existência de bons coros, pois a música era uma arte muito apreciada no acompanhamento das cerimónias religiosas. A aprendizagem de música era uma obrigação na vida conventual, segundo a Regra da Ordem, e era ensinada pela Mestra de Capela, que tinha também a seu cargo o ensino de instrumentos musicais.

Esporadicamente, o Coro Alto tem sido utilizado para o lançamento de livros, sobretudo relacionados com o Senhor Santo Cristo.