Senhor Santo Cristo dos Terceiros Domingo na Ribeira Grande

Senhor Santo Cristo dos Terceiros Domingo na Ribeira Grande

ARTIGO – DIÁRIO DOS AÇORES

02 de Março de 2017

 

Senhor Santo Cristo dos Terceiros Domingo na Ribeira Grande

No cumprimento do seu compromisso, a Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande promoverá, novamente este ano, a tradicional festa em honra do Senhor Santo Cristo dos Terceiros, procissão que sairá da Igreja do antigo convento dos Frades, na cidade da Ribeira Grande, hoje Museu Vivo do Franciscanismo. Como é tradição, no primeiro Domingo da Quaresma, realiza-se a primeira procissão de cariz penitencial, celebração trazida para estas ilhas pelos franciscanos e que a Secular Ordem Terceira promovia por todos os Açores. Actualmente, a Ribeira Grande é a única localidade na ilha de São Miguel e mesmo dos Açores a celebrar esta invulgar procissão do Senhor Santo Cristo, igualmente conhecida como o Cristo da Coluna. Pode ler-se na nota da Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande que esta instituição “tem tido a preocupação de continuar a preservar esta procissão quaresmal, pois constitui um importante legado de um Património Cultural Imaterial que valoriza a cidade da Ribeira Grande e mesmo os Açores”. Desde o ano de 2013, foi possível reabrir a Igreja dos Frades ou de Nossa Senhora do Guadalupe, completamente renovada, graças a um protocolo estabelecido entre aquela Santa Casa e a Câmara Municipal da Ribeira Grande, que passou a ser responsável pela sua utilização, como museu. Trata-se de um imóvel classificado que outrora foi o convento de Nossa Senhora do Guadalupe, construído em 1626, que encerrou em 1833, devido à extinção das ordens religiosas em Portugal, decretada pelo regime político, sendo depois entregue à Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande para acolher o hospital da instituição, em troca da Igreja da Misericórdia, que actualmente é superintendida pela Irmandade do Senhor dos Passos. Assim, no próximo Domingo, haverá uma solene celebração, pelas 15h00, presidida pelo Padre Vitor Melícias, da Ordem Franciscana, saindo de seguida a procissão pelas 16h00, em que a Imagem do Senhor Santo Cristo dos Terceiros é o principal dos 10 andores, todos eles evocando a história de São Francisco de Assis e dos santos pertencentes à Ordem Terceira. Participam nesta venerável procissão os movimentos paroquiais da Ouvidoria da Ribeira Grande, mormente representações dos ranchos de romeiros, bombeiros voluntários, escuteiros e filarmónicas da cidade. O Provedor da Santa Casa da Misericórdia, Nelson Correia, apela para que as pessoas do concelho e da ilha continuem participar naquele acto penitencial, esperando, tal como nos anos anteriores que o Senhor Santo Cristo dos Terceiros possa levar àquela cidade muitos forasteiros, recordando que foi na Igreja dos Frades que Madre Teresa da Anunciada, ainda criança, começou o seu desvelado entusiasmo de venerar a Imagem do Senhor Santo Cristo dos Terceiros.